domingo, 2 de setembro de 2012

Os principais e mais importantes atalhos do teclado - Informática



Windows em geral

WIN = Abre o menu Iniciar. Use as setas para navegar nas opções, e dê ENTER para abrir um item.
WIN + D = Mostrar área de trabalho.
WIN + M = Minimizar tudo.
SHIFT + WIN + M = Desminimizar tudo.
WIN + R = Executar.
WIN + E = Abre o Windows Explorer.
WIN + PAUSE BREAK = Propriedades do sistema.
WIN + F = Pesquisar arquivos ou pastas.
WIN + U = Gerenciador de utilitários.
WIN + L = Bloquear computador ou trocar de usuário, sem fazer logoff.
CTRL + ESC = Abre o menu Iniciar.
CTRL + ALT + DEL = Gerenciador de tarefas, permite fechar programas travados. No Windows NT/2000/XP/Vista etc. pode abrir a janela "Segurança do Windows", com opções para trocar senha, fazer logoff ou abrir o gerenciador de tarefas.
CTRL + SHIFT + ESC = Gerenciador de tarefas (com a vantagem de abri-lo direto, e não a tela de segurança, em algumas versões de Windows).
ALT + LETRA SUBLINHADA DE MENUS OU BOTÕES = Acessa o menu ou botão. Use as setas de direção do teclado para se mover, ENTER para confirmar ou a barra de espaços para marcar ou desmarcar as caixinhas de marcação.
ALT + TAB = Alterna as janelas abertas. Segure ALT e vá teclando TAB até selecionar a janela desejada, e então solte tudo.
SHIFT + ALT + TAB = Alterna as janelas abertas, só que selecionando as anteriores, e não as próximas. Ao usar o ALT + TAB, você pode teclar ou soltar SHIFT quando precisar.
ALT + ESC = Alterna diretamente para a janela anterior na barra de tarefas.
CTRL + TAB = Alterna as guias (abas) das janelas que tem abas, avançando, e em alguns programas, alterna os documentos abertos.
SHIFT + CTRL + TAB = Alterna as guias, voltando para as anteriores, em vez de avançar.
ALT + F4 = Fecha a janela ativa. Se nenhuma janela estiver aberta, abre a caixa de diálogo "Desligar o computador".
ALT + ESPAÇO = Abre o menu de controle da janela ativa (= clicar na barra de título com o botão direito do mouse ou, mais precisamente, clicar no ícone que fica à esquerda, na barra de título dos programas). Dica: use para maximizar, minimizar ou restaurar janelas pelo teclado.
F10 = Seleciona os menus do programa atual. Use as setas de direção do teclado para se mover por eles.
SHIFT + F10 = Corresponde a clicar com o botão direito no objeto selecionado ou em foco. Use as setas para escolher um item do menu, e ENTER para "clicá-lo". Pode-se usar diretamente a tecla que tem um menu com uma setinha, é a chama "tecla de atalho de aplicativo", que normalmente fica entre as teclas WIN DIREITA e CTRL de alguns teclados.
PRINT SCREEN = Copia uma imagem da tela atual para a área de transferência. Basta colar no seu programa gráfico preferido (pode ser o Paint), ou num editor que aceite imagens (como o Word). Ideal para pegar ilustrações de tela sem precisar de programas de terceiros.
ALT + PRINT SCREEN = Copia uma imagem apenas da janela ativa, e não da tela inteira (janela ativa é a janela que está em primeiro plano).



Windows Explorer
Confira mais abaixo as dicas de seleção de textos, muitas valem para o trabalho com arquivos e pastas também



F3 = Pesquisar arquivos na pasta atual.
F4 = Abre a listinha da barra de endereços.
F5 = Atualiza a janela atual.
F6 = Seleciona o texto da barra de endereços.
F11 = Abre a página em tela cheia. Tecle F11 para voltar ao normal.
CTRL + H = Abre a lista do histórico.
CTRL + I = Abre a lista dos favoritos.
BACKSPACE = Abrir a pasta pai (acima).

Cópia e seleção de textos ou arquivos
CTRL + C = Copiar seleção.
CTRL + V = Colar.
CTRL + X = Recortar (mover).
CTRL + A = Selecionar tudo do campo atual.
CTRL + Z =
Desfaz a última ação de edição, se possível. Cuidado ao usar no Windows Explorer, pois pode desrenomear uma pasta que acabou de ser renomeada, apagar arquivos que foram copiados ou mover de volta arquivos que foram movidos.



Textos em diversos programas
Muitos valem para arquivos no Windows Explorer também

SETA ESQUERDA = Coloca o cursor um caractere anterior.
SETA DIREITA = Coloca o cursor um caractere depois.
SETA ACIMA = Vai para a linha de cima, na mesma coluna.
SETA ABIXO = Vai para a linha de baixo, na mesma coluna.
SHIFT + SETA ESQUERDA = Vai selecionando à esquerda do cursor. Segurando SHIFT, vá teclando a SETA ESQUERDA.
SHIFT + SETA DIREITA = Idem anterior, seleciona à direita do cursor. Segure SHIFT e vá teclando SETA DIREITA.
SHIFT + SETA ACIMA = Seleciona o texto compreendido entre a linha atual e a linha acima, na mesma coluna. Segure SHIFT e vá teclando SETA ACIMA para selecionar mais linhas para cima.
SHIFT + SETA ABAIXO = Idem anterior, seleciona linhas para baixo.
HOME = Coloca o cursor no começo da linha.
END = Coloca o cursor no final da linha.
SHIFT + HOME = Seleciona do cursor até o início da linha.
SHIFT + END = Seleciona do cursor até o fim da linha.
PAGE UP = Rola uma tela acima.
PAGE DOWN = Rola uma tela abaixo.
INSERT = Alterna entre inserir ou substituir caracteres ao digitar.
DELETE = Exclui caracteres à direita do cursor.
BACKSPACE = Exclui caracteres à esquerda do cursor.
SHIFT + TECLA = Coloca o símbolo secundário da tecla. No caso das letras, alterna para caixa alta (maiúsculas).
ALT DIREITA + TECLA = Coloca o símbolo terciário da tecla (nas que possuem três símbolos impressos na tecla).
CAPS LOCK = Alterna maiúsculas e minúsculas ao digitar.


Internet Explorer
BACKSPACE = Voltar (desde que nenhum campo de edição tenha o foco).
SHIFT + BACKSPACE = Avançar (desde que nenhum campo de edição tenha o foco).
ALT + HOME = Abre a página inicial.
F3 = Pesquisar na web (não recomendado, prefira usar seu site de busca favorito).
F4 = Mostra a listinha da barra de endereços.
F5 = Atualiza (recarrega) a página.
F6 = Seleciona a barra de endereços.
F11 = Abre a página em tela cheia. Tecle F11 para voltar ao normal. Dica: mesmo navegando em tela cheia, você pode teclar WIN para abrir o menu Iniciar ou usar o ALT+TAB para alternar entre as janelas abertas.
CTRL + F = Pesquisar texto na página atual (é bom clicar logo no comecinho da página antes de dar CTRL+F, para deixar o cursor bem no início e então pesquisar a partir dali).
CTRL + D = Adiciona a página atual nos favoritos.
TAB = Avança de link em link ou de objeto em objeto na página. Tecle a barra de espaço para selecioar se for um campo de marcação, ou tecle ENTER para abrir, se for um botão ou link. O objeto ativo ficará cercado por um retângulo tracejado, para que você possa identificá-lo.
SHIFT + TAB = A mesma coisa do TAB, só que em direção oposta. Ideal para voltar para links atrás ou quando você "passar" do ponto com o TAB.
CTRL + H = Abre a lista de histórico, à esquerda.
CTRL + I = Abre a lista dos favoritos, à esquerda.
CTRL + O = Abrir arquivo, site ou uma URL qualquer.
SHIFT + CLIQUE NUM LINK = Abre o link em nova janela, mantendo a atual aberta. A mesma coisa de clicar no link com o direito e escolher "Abrir em nova janela".
HOME = Vai para o topo da página.
END = Vai para o fim da página.
ESPAÇO = Rola a tela para baixo.
SHIFT + ESPAÇO = Rola a tela para cima.
SETAS DE DIREÇÃO = Rolam a tela, para a direção da seta teclada (acima, abaixo, à esquerda e à direita).
PAGE UP = Rola a tela para cima
PAGE DOWN = Rola a tela para baixo.


Novos, do Internet Explorer 7 (com abas)

CTRL + clique = Abrir link em nova aba, sem trazê-la para frente.
CTRL + SHIFT + clique = Abrir link em nova aba, trazendo-a para a frente.
CTRL + T = Nova aba.
ALT + ENTER = Nova aba com a URL da barra de endereços (se ela estiver focada).
ALT + ENTER = Nova aba para pesquisar o texto do campo de busca (se ele estiver focado).
CTRL + Q = Ver miniaturas das abas. Clique na miniatura para ativar a aba correspondente.
CTRL + TAB e CTRL + SHIFT + TAB = Alternar entre as abas (respectivamente, para frente e para trás).
CTRL + n, onde "n" é um número de 1 a 8 = Alterna para a aba na "nª" posição.
CTRL + 9 = Alterna para a última aba usada.
CTRL + W = Fecha a aba atual.
ALT + F4 = Fecha todas as abas (e a janela do navegador).
CTRL + ALT + F4 = Fecha todas as outras abas, menos a atual.





tags: atalhos, uteis, principais atalhos,dicas, microsoft, CTRL, ALT, CTRL DEL, informática, tecla, teclado, tab

Fonte: explorando e aprendendo

Ctrl F: Atalho útil e desconhecido por 90% das pessoas


Por mais inacreditável que possa parecer para você, amigo nerd, 90% das pessoas desconhecem um dos atalhos mais úteis já inventados! Essa estatística veio à tona quando Alexis Madrigal, editor do The Atlantic, conversava com Dan Russell, um antropólogo de pesquisas do Google, a respeito do tempo que ele passou estudando como as pessoas procuravam por coisas em seus computadores. No estudo, 90 por cento das pessoas não sabiam utilizar o atalho "Ctrl + F" para encontrar palavras em um documento ou página de internet.

90 por cento da população americana da internet não conhece esse atalho, isso baseado numa amostra de milhares. Eu fiz essas pesquisas de campo e não consigo dizer quantas horas eu fiquei na casa de alguém enquanto a pessoa lia um longo documento tentando encontrar o que estava procurando. No fim eu dizia a ela "Deixe me mostrar um pequeno truque", e muito frequentemente as pessoas diziam "Eu não acredito que eu vinha desperdiçando a minha vida assim!"

Sério, meio dramático da minha parte mas eu não sei o que seria da minha vida sem o uso desse atalho. Tipo, o Google é uma mão na roda, mas imagina só o tempo gasto para achar algo específico sobre o assunto que eu queria dentro da página sem o Ctrl F para ajudar. Pensando nisso eu me senti meio que na obrigação de publicar esse post a respeito do assunto e conscientizar você, querido leitor cabeçudo a respeito das maravilhas desse atalho.

Ctrl F (ou Command F se você for chique e da moda e usar um Mac) é um atalho presente em todos os navegadores de internet e também em editores de texto que possibilita que você procure uma palavra ou frase no documento ou página em questão. Ao apertar as teclas "Ctrl" e "F" do seu teclado, um campo de busca aparecerá, aí basta digitar a palavra do que você tá querendo achar e pronto, ele destacará todos os locais na página que a palavra aparece. =D

Vamos por em prática?! Pois então vamos lá, com a tecla "ctrl" pressionada aperte a tecla "F". Wow! Um campo de busca apareceu aí, certo? Ótimo, então digite qualquer palavra como, por exemplo, "portalcab" e veja logo de cara a tal palavra destacada no texto tal como a quantidade de vezes que ela aparece no documento! Não é magia nem feitiçaria, é tecnologia que fará você ganhar um precioso tempo na sua vida! Simples, não? =D

Agora se você é um cabeçudo privilegiado por fazer parte dos 10% da população, faça um bem para a humanidade e divulgue para sua avó, seu cachorro e a gostosa da vizinha as maravilhas do Ctrl F e, por que não, todos os outros atalhos que existem para facilitar sua vida.


tags: solução, busca, ferramenta de busca, ctrl+f, procura


fonte: http://www.portalcab.com

A história da DKW - Com fotos

O nome DKW apareceu em 1916 quando J.S. Rasmussen construiu um carro a vapor. Daí o nome Dampf Kraft Wagen (DKW) ou Carro de Propulsão a Vapor. Quatro anos mais tarde, Rasmussen lançou um motor de dois tempos com 1 CV de potência para bicicletas e então o nome passou a Der Knaben Wunsch ou O Sonho da Garotada. Em 1932, o nosso inventor lançou um carro com tração dianteira, motor dois tempos de 500cc que se chamou Das Kleine Wunder ou A Pequena Maravilha que foi o ponto de partida para a divulgação mundial do nome. Notem que este carro com 500cc apenas, alcançou 12 recordes de classe na década de 30.

Mas porque o DKW também tem no seu símbolo as quatro argolas como os AUDI modernos? Em 1932 as ``sobras´´ da depressão dos Estados Unidos alcançaram a Europa e, mais fortemente, a Alemanha. Tentando se salvar de sérios problemas financeiros, quatro das mais proeminentes fabricantes de automóveis da época, se uniram formando a AUTO UNION. Estas empresas, DKW, AUDI, HORSH e WANDERER, juntas, dispunham de 134 anos de experiência automobilística e escolheram como símbolo desta união, as quatro argolas entrelaçadas onde cada uma representa uma das companhias do grupo.
Voltando ao Brasil, a nossa história começa com a grande preocupação da evasão de divisas causada pela aquisição de carros e caminhões fazendo com que Getúlio Vargas crie em 1950, a Comissão de Desenvolvimento Nacional que, como resultado, tem o convênio firmado com a FNM e Alfa Romeo para a produção de caminhões. 



Em 1952 a Distribuidora de automóveis Stubaker passa a denominar-se VEMAG SA Veículos e Máquinas Agrícolas com capital inicial de 100 milhões de cruzeiros. Em 1955, Juscelino Kubitscheck candidata-se e faz do carro nacional uma de suas metas. Promete que serão produzidos 50 mil veículos até o fim de seu mandato. A Distribuidora VEMAG ingressa decisivamente na fase de preparação para a produção dos veículos brasileiros. No ano de 1956, após ser empossado em janeiro, Juscelino Kubitschek toma providências para facilitar leilões de divisas às montadoras e estabelece etapas de nacionalização para fabricantes brasileiros. Em 16 de junho, Kubitscheck junto com almirante Lucio Meira, assina o Decreto n° 142 que cria o Grupo Executivo da Indústria Automobilística - GEIA. Esta foi a base definitiva para a fabricação de veículos automotores no país. O GEIA na sua resolução n° 01, autoriza a VEMAG a fabricar o seu automóvel tipo caminhoneta DKW em 30 de julho de 1956. Em 19 de novembro deste mesmo ano, a VEMAG lança o DKW no Brasil com uma nacionalização de 60% de seu peso final. Este foi realmente o primeiro automóvel de passeio fabricado no Brasil.



Durante os anos seguintes, os veículos DKW foram sempre evoluindo passando de 900 cc para 1000cc (981cc), para motores mais potentes mesmo que os da DKW alemã e construindo um marco da indústria brasileira como o VEMAG FISSORE. O FISSORE foi desenhado pelos irmãos Fissore na Itália e posteriormente fabricado no Brasil pela VEMAG. Devido às grandes dificuldades da época, o FISSORE era construído praticamente à mão sendo os primeiros carros feitos 100% à mão por funileiros especialistas em protótipos vindos da Itália. Tal tipo de construção exigia uma série de correções e muito estanho na carroceria aumentando muito o peso do carro e comprometendo o seu desempenho. Mesmo assim, as suas linhas são até hoje, uma das mais belas já produzidas neste país.

Ficheiro:Dkw-symbol-vorn.jpg



Cronologia da VEMAG:
1946 - Importação dos automóveis Studbaker.
1949 - Tratores e máquinas agrícolas Massey Harrys
1951 - Caminhões Scania Vabis
1955 - Estudo para fabricação dos autos SAAB
1956 - Fim da importação dos Studbaker e início da produção dos DKW F91 Universal 900cc
1958 - Produção do DKW F94 e do F91/4 (Mais tarde Candango)
1961 - Lançamento do Belcar e Vemaguete
1964 - Mudança das aberturas das portas e lançamento do Fissore no Salão do Automóvel
1965 - Introdução do Lubrimat para lubrificação do motor e lançamento do DKW Malzoni
1967 - Lançamento do Puma GT, remodelação estética da linha e fechamento da VEMAG.
Incluindo-se o GT Malzoni (35) e PUMA GT (135), foram produzidos 117.361 veículos DKW no Brasil.
Os DKW´s ficaram famosos no Brasil pelo motor dois tempos com odor e ruído característico mas também pela confiabilidade, desempenho e grande sucesso nas pistas de corrida.
A história esportiva do DKW é muito rica no Brasil e no exterior. Sempre lutando contra o pequeno orçamento da equipe oficial de competição, o responsável pela equipe Sr. Jorge Lettry, junto com seus pilotos e mecânicos, conseguiram diversas vitórias importantes e um recorde Sul Americano de velocidade em 1965 de 212,903 km/h, conforme regulamentação da FIA e homologada pela CBA. Este recorde de categoria se mantém até a presente data. E isto foi há 33 anos!
Para os amantes da velocidade, não é possível esquecer os duelos emocionantes entre a Carreteira 18, Alfas, Interlagos , Simca e Malzonis com estes últimos voando baixo em Interlagos na frente de todos os outros, com os pequenos motores de 1080 cc com até 106 c.v. de potência.
Entre os pilotos que se destacaram no passado com carros DKW podemos citar Emerson Fittipaldi, Jim Clark, Francisco Lameirão, Norman Casari, Mario Cesar Camargo Filho, Anísio Campos e muitos outros não menos importantes.
Em 1967 com graves problemas financeiros, a VEMAG foi vendida para a Volkswagen que decidiu por encerrar a fabricação dos veículos DKW.


retirado de: http://www.v8ecia.net.br
















tags: carro, automóvel, antigo, vemaguete, dkw, história, ilustrada

sábado, 1 de setembro de 2012

Eddie, mascote do Iron Maiden (Entrevista)






Hooray!

Sem nenhuma dúvida, o Iron Maiden tem uma discografia com o visual mais interessante da história da música, todos centrados em seu mascote feroz e demoníaco, Eddie. Desde o álbum de estréia da banda, até o vindouro The Final Frontier, Eddie esteve em todas as capas da banda, em todos os singles, em todas as camisetas, mostrando dúzias de visuais e roupas diferentes. Ele já foi um
faraó egípcio, um comandante de tanque militar, e um guerreiro alienígena destroçando astronautas indefesos. Mas ele nunca perdeu a sua personalidade distinta. As datas apertadas da turnê me impediram qualquer entrevista com os integrantes da banda antes do show de hoje, mas Eddie ficou mais do que feliz em realizar esta entrevista.


Eddie transbordando de felicidade




The Nerd's Brain - Muitas bandas de Metal têm mascotes, mas poucas alcançaram seu grau de longevidade. Como você veio a se associar com o Iron Maiden?

Eddie - Isso me surpreende, na verdade. Aquele porco/cão do Motorhead sempre esteve por aí. Dou-lhes crédito por isso. Eles o mantêm numa jaula nos bastidores do palco. E devo dizer que é melhor você manter seus membros longe das grades. Acha que ficar entre o Lemmy e seu Jack Daniel's é arriscado? Tente chegar perto daquela fera. E o Megadeth tem aquele cara com rosto de caveira. Nos encontramos uma ou duas vezes. Não rolou. Aquele lá tem a personalidade do Mustaine, é. Eu não sei o que aconteceu com aqueles robôs do Judas Priest. A águia e aquele treco meio leão meio tanque. Sinto falta desses caras. Mas eu realmente sou um tipo de rei da cocada preta. Respondendo à sua pergunta, eu estava em Londres tentando ganhar a vida como modelo, mas não estava rolando. Aquela coisa toda de "drogado e estiloso" já era ultrapassada. Então aceitei a idéia de que meu físico só me traria portas fechadas na minha cara, sabe? Até os punks e os góticos não queriam ter nada a ver comigo. Mas aí esses caras me viram na rua e me disseram: 'Estamos desesperados por uma imagem, e você é perfeito! Seja a capa do nosso álbum!". Eu disse sim, imaginando que eu era só um tapa buraco pra algo bem maior, sabe? Bom, 30 anos depois e aqui estou eu.

TNB - Você parece bem punk naquela primeira capa.
E - É, eles me pegaram no meu momento mais desesperado. Estava acordado fazia dias e meu cabelo não estava no seu melhor dia. Mas eles curtiram a imagem, então lá vamos nós.





"Estava acordado fazia dias e meu cabelo não estava no seu melhor dia. Mas eles curtiram a imagem."


TNB - Qual foi a sua roupagem favorita?
E - Bom, acho que eu devia dizer que eu gostei da nova - é isso que um artista sempre tem que dizer, não sabia? Mas honestamente, a minha favorita é a Powerslave. A idéia de ser venerado me agrada bastante. Essa e a do Live After Death, onde eu saio pra fora do túmulo. Me enterraram de verdade! E pode não parecer, mas eu tenho medos e inseguranças como qualquer outra pessoa, e ser enterrado vivo, bom... está em primeiríssimo lugar na lista né? Então minha boa lembrança dessa capa foi a hora em que eu saí daquela maldita sujeira! Eu te digo, tivemos uma discussões feias entre os membros da banda e eu, depois daquilo.




"...pode não parecer, mas eu tenho medos e inseguranças como qualquer outra pessoa, e ser enterrado vivo, bom... está em primeiríssimo lugar na lista né?




TNB - Qual a sua opinião sobre a capa nova?
E - Oh, eu gostei! Sou um grande fã de sci-fi. Mas essa também foi dureza. Aquela maquiagem de alien levou uma eternidade pra colocar, e você mal pode me ver! Acho que agora eu sei como o cara que interpretou o Predador naqueles filmes se sentia.


"Acho que agora eu sei como o cara que interpretou o Predador naqueles filmes se sentia."




TNB - Ainda sobre os integrantes, existe ou existiu alguma tensão entre vocês? Visto como você é mais conhecido do que a maioria deles.
E - Sim, eles sabem quem é o rosto da banda. Digo, se você ver uma foto deles e eu não estiver em nenhuma parte dela, você iria se perguntar: "Quem diabos são esses caras?". Eles parecem cinco britânicos de meia-idade, saídos diretamente de algum pub.



"Eles parecem cinco britânicos de meia-idade, saídos diretamente de algum pub."




TNB - Seis, na verdade. Você está se esquecendo o guitarrista Janick Gers. Ele está na banda desde 1990.
E - Oh, sim. Aquele sujeito. Sabe, eu acho que a guitarra dele nem fica ligada. Sempre brincando no palco, andando em círculos. Eu imaginei, nas primeiras horas dele na banda, que ele fosse um acrobata contratado, francamente.

TNB - O que você vai fazer se a banda se separar ou se aposentar.

E - Sabe, andei pensando bastante nisso, na verdade. Pretendo abrir uma confeitaria de doces artesanais com a mulher da capa do primeiro álbum do Black Sabbath. Ela é bem calada, reservada, sabe? Mas é uma pessoa adorável.


"Ela é bem calada, reservada, sabe? Mas é uma pessoa adorável."

Essa foi a brilhante entrevista com o glorioso mascote Eddie. Será que ele será despedido depois de revelar tantos segredos da sua intimidade? Só o tempo dirá!


Nota: esta entrevista foi publicada originalmente no site www.clevescene.com e a entrevista foi criada por Phil Freeman. Aqui eu faço apenas a tradução do artigo original em inglês. Clique aqui para ler o original. A minha tradução começa a partir do segundo parágrafo do artigo em inglês.










tags: eddie, mascote, iron maiden, diabólico

fonte: http://thenerdsbrain.blogspot.com.br

Carro-voador - Vai começar a ser produzido nos EUA

Um automóvel que se converte num avião ligeiro vai começar a ser produzido comercialmente nos EUA.


O «Terrafugia Trasnsition» recebeu luz verde das autoridades norte-americanas para ser comercializado e as encomendas superam já as 70 unidades, indicou a fabricante.

O veículo de dois lugares pode ser utilizado como um automóvel normal quando tem as asas dobradas.


Chegando a um local adaptado para a descolagem – um aeroporto ou uma pista de cerca de 600 metros, o condutor pode ativar o propulsor e levantar voo.


A velocidade cruzeiro no ar é de cerca de 175 quilômetros por hora e tem uma autonomia para aproximadamente 650 quilómetros.


A Terrafugia diz que uma das principais vantagens do Transition sobre os aviões ligeiros normais é a segurança. Em caso de más condições atmosféricas, o piloto pode conduzir o veículo pelas estradas em vez de voar em condições menos seguras.


O preço do Transition deverá rondar os 160 mil euros.







Junto mais umas fotos











tags: avião carro, automóvel avião, novidade, veículo voador, carro voador,

fonte: http://www.dragteam.info

Algumas dicas de capas personalizadas para celular


Para quem está afim de personalizar seu celular, ficam alguma dicas. Mas se alguém não gostar das sugestões, existem uma infinidade de modelos na net. Espero que ajude!










Capa Iphone 4 4s Guitarra Fender Les Paul Rock

Capa Iphone 4 4s Guitarra Fender Les Paul Rock

Capa Iphone 4 4s Guitarra Fender Les Paul Rock









































tags: celular, capa celular, personalizada, novidade,